Reflexões sobre Tempo

sexta-feira, julho 01, 2011
Lembro-me que recebi este poema Vida por e-mail de uma amiga, e ele me marcou demais. Foi na época da faculdade, a mais louca da minha vida, aquelas que não temos tempo para fazer o que gostamos direito, pois estudamos, trabalhamos, cuidamos da casa, e mal conseguimos cuidar de nós mesmos. Época sem filhos, mas as prioridades eram outras. O que mais me marcou foi a frase: "Não deixe de fazer algo que gosta devido a falta de tempo, a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais". Época na qual comecei a refletir em formas de me organizar e não mais reclamar da falta de tempo. Um poema de Mário Quintana que nos faz refletir sobre reclamar da falta de tempo e o priorizar o que realmente desejamos na vida.

Reflexões |  Vida, de Mário Quintana

VIDA

(Mário Quintana)

A vida são deveres que nós trouxemos para fazer em casa.

Quando se vê, já são seis horas.

Quando se vê, já é sexta feira.

Quando se vê, já terminou o ano.

Quando se vê, ja se passaram 50 anos!

E agora é tarde demais para ser aprovado.

Se me fosse dada, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.

Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.

Dessa forma eu digo: não deixe de fazer algo que gosta devido a falta de tempo,
a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais.

❤ 
 
Esta reflexão não é de minha autoria, porém desconheço o autor. São pérolas que encontramos, guardamos e em momento oportuno compartilharmos...Vale a pena para refletir! Tenha tempo para o que realmente importa.

Reflexões |  Tenha Tempo

TENHA TEMPO

(Autor Desconhecido)

Para meditar...

isto é a origem do poder.

Para trabalhar...

isto é o preço do sucesso.

Para brincar...

isto é o segredo da juventude perpétua.

Para ler...

isto é a fonte da sabedoria.

Para amar e ser amado...

isto é um privilégio dado por Deus.

Para ser amável...

isto é um caminho para a felicidade.

Para rir...

isto é a música da alma.

Para dar...

pois o dia é curto demais para ser egoísta.

Para orar...

isto é o maior poder do mundo.

Para estar em comunhão com Deus...

isto é a grande necessidade da alma.

❤ 

Um poema lindo que queria ter sido eu a ter escrito, e muitos interpretam erroneamente o autor. Lena Gino teve uma inspiração maravilhosa ao compor este poema, que descreve muito bem que a prioridade da casa não são a perfeição das coisas, mas exatamente o sair do lugar, mexer, trocar, usar, viver: as vidas que nela habitam! A casa organizada existe para servir, com qualidade de vida, os que nela residem! Emocionante cada bem escrita linha...

Reflexões | Casa Arrumada é assim, de Lena Gino


CASA ARRUMADA É ASSIM

(Autora: Lena Gino.)

Um lugar organizado, limpo,
com espaço livre pra circulação
e uma boa entrada de luz.
Mas casa, pra mim,
tem que ser casa e não um centro cirúrgico,
um cenário de novela.

Tem gente que gasta muito tempo limpando,
esterilizando, ajeitando os móveis,
afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida...

Casa com vida, pra mim,
é aquela em que os livros saem das prateleiras
e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso,
pelo abuso das refeições fartas,
que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.

Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.

Casa com vida, pra mim,
tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,
passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...
Netos, pros vizinhos...

E nos quartos, se possível,
tem lençóis revirados por gente que brinca
ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que
a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.

❤ 
 
No Dia da Dona de Casa, uma reflexão que nos faz pensar sobre o que tem realmente valor nesta vida, apesar de nosso trabalho ser tão importante quanto qualquer outro. Desconheço o autor deste texto, mas ele é muito pertinente a nossa lida diária...

Reflexões | Tire o pó, se precisar…
 

TIRE O PÓ, SE PRECISAR...


Não deixe suas panelas brilharem mais do que você!
Não leve a faxina ou o trabalho tão a sério!
Pense que a camada de pó vai proteger a madeira que está por baixo dela!
Uma casa só vai virar um lar quando você for capaz de escrever “Eu te amo” sobre os móveis!

Antigamente eu gastava no mínimo 8 horas por semana para manter tudo bem limpo,
caso “alguém aparecesse para visitar” – mas depois descobri que ninguém passa “por acaso” para visitar – todos estão muito ocupados passeando, se divertindo e aproveitando a vida!

E agora, se alguém aparecer de repente? Não tenho que explicar a situação da minha casa a ninguém. As pessoas não estão interessadas em saber o que eu fiquei fazendo o dia todo enquanto elas passeavam, se divertiam e aproveitavam a vida… Caso você ainda não tenha percebido: A VIDA É CURTA, APROVEITE-A!!!

Tire o pó, se precisar…

Mas não seria melhor pintar um quadro ou escrever uma carta, dar um passeio ou visitar um amigo, assar um bolo e lamber a colher suja de massa, plantar e regar umas sementinhas? Pese muito bem a diferença entre QUERER e PRECISAR !

Tire o pó, se precisar…

Mas você não terá muito tempo livre para beber champanhe, nadar na praia (ou na piscina), escalar montanhas, brincar com os cachorros, ouvir música e ler livros, cultivar os amigos e aproveitar a vida!

Tire o pó, se precisar…

Mas a vida continua lá fora, o sol iluminando os olhos, o vento agitando os cabelos, um floco de neve, as gotas da chuva caindo mansamente. Pense bem, este dia não voltará jamais!

Tire o pó, se precisar…

Mas não se esqueça de que você vai envelhecer e muita coisa não será mais tão fácil de fazer como agora. E quando você partir, como todos nós partiremos um dia, também vai virar pó! Ninguém vai se lembrar de quantas contas você pagou, nem de sua casa tão limpinha, mas vão se lembrar de sua amizade, de sua alegria e do que você ensinou.

| AFINAL: Não é o que você juntou, e sim o que você espalhou que reflete como você viveu a sua vida.
 ❤
 
 

Nenhum comentário:

© Copyright 2019 | Edeltraut Lüdtke | Proibida reprodução do conteúdo deste blog sem permissão. Tecnologia do Blogger.